10 de mar de 2008

capas da VEJA


Aliás, desde a primeira capa da VEJA a revista é perseguida pelo fantasma do comunismo. Eis aí em cima.
E acá embaixo, quem não se lembra da edição "histórica" da revista, uma semana antes das eleições de 2002?




É como o bilhete deixado no fim do filme para o capitalista sequestrado, que manda a polícia atrás dos Edukators: "tem gente que não muda nunca" (comparem as capas)

Um comentário:

Anônimo disse...

Naquele programa de entrevista "Roda Viva" TVE as segundas, 22h30. Quase sempre tem um representante da veja(cega/caga) e nunca um jornalista de Carta Capital ou Caros Amigos, capazes de aprofundar assuntos e transmitirem uma visão diversa dos canalhas conservadores.
E mais uma vez é risivel não só a mesmice da visão do empregado do grupo Civita, como tb o comportamento do animal: os esgares, os risinhos cínicos, os ares de cobarde, pau mandado... já conferiu??
Abs,
Anderson