1 de abr de 2006

paradoxos



Depois de ler, e me encantar, com o texto “Campanha contra o vício da leitura”, do colunista/ensaísta catarinense Fábio Brüggmann, no livro “Isto não é notícia”, onde, em prosa corajosa, se mostra extremamente lúcido, me vi pensando em coisas como essas, que seguem abaixo:


Diálogos

- Quem disse que um idiota não pode se transformar em filósofo?
- E quem disse que um filósofo não pode ser um idiota?

- Você sabia que quanto mais lê, mais burra a pessoa fica, segundo Schopenhauer?
- Você sabia que idiota é quem se atreve a pensar por si, segundo Deleuze?

2 comentários:

Rapinante disse...

Bem bacana o blog, Rubens [?]. Parabéns. O CanalContemporâneo me parecia insuficiente pras tuas coisas...
Recomendo tb o http://rapinante.blogspot.com/
[sim, é 'quase spam']
Abs

bocaquente disse...

vamos indo conforme a desocupação permite.
fui no rapinante. Duca!