25 de abr de 2006

http://www.estultiferanave.blogspot.com/

Alguém vai ter que limpar essa sujeira
esse amor todo esporrado no chão
desço as escadas como se nada tivesse acontecido
com esse corte profundo no super cílio
mas se me salvarem hoje perecerei todas as noites
esperando que alguém venha recolher os pedaços
com um pá de plástico vagabundo
dessas que a gente compra em lojas de 1,99
furaram meu bote inflável
ou eu mesma me sabotei como de costume
agora vou batendo as têmporas no meio fio
espancando as noites
cerrando os punhos com força
e mastigando pétalas murchas do último buffet.

Nenhum comentário: