31 de jan de 2009

fred maia

Queria dizer que o Fred Maia, citado na matéria sobre a Cultura no FSM é meu velho amigo, de meados dos anos 80, de Campo Limpo Paulista, Sampa, quando a gente fazia impressão de cartões e camisetas em serigrafia nos fundos de sua casa. Depois passamos para um centro cultural que, enquanto a Erundina foi prefeita, trabalhamos lá.
Lembro, também, do Kiko, artista e arquiteto, um peruano perseguido pelo governo de seu país, à época. E da filha e da mulher do Fred. Era um mundo que a gente já tinha inventado. E só agora eu me dei conta!

Nenhum comentário: