24 de jul de 2008

o lugar da verdade

aonde está a verdade? tá aí, caida de bebâda na avenida. morta pelo tiro do BOPE. chapada de corrupção na veia. a verdade anda trôpega pelo cimento da relatividade. pela incerteza das teorias quânticas. a verdade não faz mais sentido, fumou maconha, perdeu a sinapse. e agora não passa de uma palavra vazia comprometida apenas com a realidade imediata daquilo que ela sente. E da risadas do chapéu do carteiro. a verdade ficou egoista demais, hedonista demais. muito mais cheia de sofismas do que talvez devesse ter, cá pra nós. e perdeu a vergonha de mentir. dizem até que mudou de sexo. a verdade, no fundo, no fundo, está se sentindo bem melhor assim, do que com aquele compromisso e rigidez toda que era obrigada a representar quando era de um dono só. e tudo que ele dizia tinha peso de lei e ordem. Alguém gritou "viva a liberdade" alí na esquina e eu não sei porque, achei que era ela, dando bandeira da ideologia que ela representa.

Nenhum comentário: