16 de jan de 2010

O Haiti daqui

Seria cômico, não fosse trágico

Com uma bela "barriga", o jornal da zona sul carioca, O Globo, subscreve pedido de desculpas do cônsul geral do Haiti, em São Paulo, em que este diz ter tido um avô negro, que foi presidente da república do Haiti, no século XIV. É demais, não? Para quem disse que o desastre foi bom para dar visibilidade ao país e que a culpa é dos negros que se espalharam pelo mundo fazendo macumba e que isso não pode trazer coisa boa, parece fazer até sentido. Segundo a mesma reportagem, a sala do tal cônsul é recheada de fotos do mesmo abraçado com, ninguém menos que João Figueiredo e o ex-presidente Collor de Mello. Que tragédia!

http://oglobo.globo.com/mundo/mat/2010/01/15/ha-35-anos-no-brasil-consul-do-haiti-diz-que-foi-mal-interpretado-por-causa-de-seu-portugues-ruim-915539082.asp

Nenhum comentário: