8 de jan de 2010

HOMENAGEM AO MENDIGO DE RUA 2

Hoje a qualidade de vida do discurso não é universalista, no sentido de propor a igualdade para todas as pessoas. É universalista, no sentido de postular uma essência humana que engloba todas as pessoas em um todo e, desta forma, neutraliza as diferenças e apaga as desigualdades concretas.

Rosalind Deutsche - public espace

 

Nenhum comentário: