11 de jun de 2007

Quem te viu, quem te vê!

Americano toma "banho de povo" num dos países mais pró-EUA do mundo

CRAIG S. SMITH
DO "NEW YORK TIMES", EM TIRANA

A Albânia é um dos poucos lugares que ainda restam no mundo onde o presidente americano, George W. Bush Bush, pode desfrutar de um ambiente de sentimento pró-americano declarado. Ontem, um dia depois de enfrentar protestos em Roma, ele tomou um "banho de povo" em Tirana, com milhares de pessoas nas ruas para saudá-lo.
"A Albânia com certeza é o país mais pró-americano da Europa -talvez até mesmo do mundo", disse o prefeito social-democrata de Tirana, Edi Rama. Milhares de albaneses foram batizados de Bill ou Hillary, graças ao papel exercido pelo governo Bill Clinton (1993-2001) em resgatar a população de origem albanesa de Kosovo, em 1999. Escrevendo sobre o clima efusivo, um jornal publicou manchete dizendo "Por favor nos ocupem!".
O apoio dado pelos albaneses à guerra no Iraque é quase unânime. Qualquer escolar do país lhe diz que o governo de Woodrow Wilson (1913-1921) salvou a Albânia de ser dividida entre seus vizinhos após a 1ª Guerra Mundial.
A Albânia esteve entre os primeiros países a apoiar a recusa de Washington em submeter-se à jurisdição do Tribunal Penal Internacional. Foi um dos primeiros a enviar tropas ao Afeganistão e a unir-se às forças no Iraque. "Nossos soldados continuarão (nesses países) enquanto houver americanos ali", disse o presidente albanês, Alfred Moisiu.
A licitação para a maior obra pública da história do país - uma rodovia que vai interligar a Albânia a Kosovo- foi ganha por uma joint-venture liderada pela americana Bechtel.
Edi Rama, o prefeito de Tirana, se diz ofendido quando o sentimento pró-americano é visto como expressão de "submissão provincial". "Não é questão de sermos cegos", disse o prefeito, com camiseta estampada com o Grande Selo dos EUA. "Os EUA são algo que é realmente crucial para o destino do mundo.
"Em preparação para a visita de Bush, Tirana foi recoberta com cartazes proclamando "Temos Orgulho de Sermos Parceiros". Um retrato de Bush foi pendurado na Pirâmide, o centro cultural em Tirana erguido como monumento a Enver Hoxha, o ditador comunista (1944-1985) que isolou a Albânia do mundo e se manteve até a morte um stalinista ferrenho.

Blogado especialmente parao dentinho, de Londrina! Ha, ha, ha...

Nenhum comentário: