24 de mai de 2010

Arnaldo Jabor, ator de cena de comédia bufa

Arnaldo Jabor vociferando no Jornal da Noite, na globo, depois que os países liderados pelos EUA resolveram fazer uma moção para aplicar sanções ao Irá, sapateando sobre o acordo feito entre Irã, Turquia e Brasil, foi um ato digno de comédia bufa. Entre outras coisas, o comentarista disse que foi bem feito para o Lula e aqueles comunistas do pt que o orientam aprenderem que o Brasil não deve se meter nos assuntos dos países do primeiro mundo com outros países atrasados, como é o caso do Irã. Arnaldo Jabor é um tipo de intelectual, no Brasil, que torce pelo seu atraso, pelo seu fracasso, pois vive dos escombros de uma elite vira-latas que não suporta a alegria do povo, pois essa alegria macula a idéia de poder que sempre mantiveram. Ao desmerecerem a própria pátria, buscam criar argumentos para a crítica de um país que não dá certo, que não ama a sí próprio, que tem vergonha de ser o que é, porque não é o padrão anglo-saxão que eles reconhecem como modelos a ser seguido. Essa elite golpista que se usa do recalque para manter o controle da situação - demo-tucanos ecológicos - há muito deveria ter sido defenestrada dos processos políticos que envolvem os rumos que o país deve seguir, e se tornam cada vez mais caricatas, à medida que o próprio curso da história depõe contra esses Savonarolas tupiniquins.  Au revoir!

Vai a pérola:
http://www.youtube.com/watch?v=iejsU-yh0VE(ah, se essa merda aparecer sem o comentário nos outros sites de relacionamento, vão achar que eu tou fazendo propaganda ao invés de crítica)

Um comentário:

celia musilli disse...

Dá-lhe Rubinho, seu anarquismo é sua melhor parte..um beijo! saudades!